Último filme da série Divergente terá orçamento menor

Último filme da série Divergente terá orçamento menor

Desempenho de Convergente nos cinemas americanos foi abaixo do esperado.

Assim como aconteceu no Brasil, a abertura de A Série Divergente: Convergente foi abaixo do esperado nos cinemas americanos. O terceiro episódio da saga de Tris teve uma queda de 44% em relação a Insurgente, sendo inferior até mesmo à bilheteria de estreia do primeiro filme da franquia, Divergente. Diante de tais números, a Lionsgate já bateu o martelo: o próximo filme terá seu orçamento diminuído.

Ainda não se sabe quanto será o corte previsto, mas uma fonte do The Hollywood Reporter afirmou que deve ser de “alguns milhões de dólares”. Vale lembrar que Convergente teve um orçamento de US$ 110 milhões, o mesmo de Insurgente.

Tais números colocam em cheque o futuro das distopias voltadas para o público jovem no cinema, visto que Jogos Vorazes: A Esperança – O Final teve a pior bilheteria da franquia. A diferença é que, no caso da série estrelada por Jennifer Lawrence, o longa ainda faturou US$ 652 milhões – mais que o dobro de Insurgente, o longa de maior bilheteria da série, que arrecadou US$ 297 milhões ao redor do planeta.

Diante deste desempenho, já surgem dúvidas acerca de A Série Divergente: Ascendente, o derradeiro desfecho da série. Com estreia agendada para 9 de junho de 2017, em pleno verão americano, a aventura baterá de frente com a sequência de Guerra Mundial Z e a refilmagem de A Múmia, estrelada por Tom Cruise. Existe a possibilidade de que a estreia seja adiada, também para que o recém-contratado Lee Toland Krieger, diretor estreante na saga, tenha mais tempo para trabalhar no longa-metragem.

Por: Francisco Russo
Via: Adorocinema

Sobre o Autor

Matérias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*