Número de paraibanos mortos sobe para 10 em acidente na BR-251 em Minas Gerais

Mais três paraibanos foram identificados entre os mortos, elevando para 10 as vítimas da Paraíba.

 

Subiu para 10 o número de paraibanos mortos no grave acidente que matou 13 pessoas e deixou outras 39 feridas na BR-251, no Norte de Minas, no sábado (13). De acordo com as Prefeituras de Catolé do Rocha e Brejo dos Santos, ambas cidades localizadas no Sertão paraibano, as vítimas Simone Sousa, de 41 anos; Maria das Neves Pereira da Silva, de 67 anos e Francisco das Chagas de Sousa Oliveira, de 37 anos, também era paraibanos. O número atualizado de vítimas da Paraíba foi divulgado na manhã desta segunda-feira (15).

O acidente envolveu sete veículos: um caminhão que carregava outro caminhão, dois ônibus, duas carretas e uma van. Segundo a PRF, os veículos são considerados ônibus e não micro-ônibus, conforme foi informado anteriormente, porque tinham capacidade para 22 passageiros.

As identidades de todos os mortos no acidente foram divulgadas pela Polícia Civil de Minas Gerais. De acordo com a Prefeitura de Catolé do Rocha, Simone Sousa era natural da cidade. Por sua vez, Maria das Neves e Francisco das Chagas eram da cidade de Brejo dos Santos, de acordo com a prefeitura. Anteriormente, o número divulgado foi de sete paraibanos, sendo cinco moradores de Catolé do Rocha e dois de Riacho dos Cavalos.

Elisângela Oliveira era mãe de Luzanira Oliveira e Sandemar Pereira, a família viajava junta no micro-ônibus para a Paraíba. Kaliandro da Silva era o motorista e proprietário do micro-ônibus que se acidentou. Luzia da Silva Mendonça tinha ido visitar os filhos em São Paulo e viajava de volta para a Paraíba no micro-ônibus pela primeira vez, segundo o genro dela. Os cinco são da cidade de Catolé do Rocha.

Já a passageira Diomira Rita de Lima e o sobrinho dela Jaislan de Lima Nogueira são da cidade de Riacho dos Cavalos, que fica próximo de Catolé do Rocha. Ela morava na zona rural de Riacho dos Cavalos, ele morava em Catolé do Rocha. As mortes de Diomira Rita de Lima e Jaislan de Lima Nogueira também foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.
O prefeito interino de Catolé do Rocha, Lauro Maia, decretou luto oficial de três dias na cidade e informou que decretará também ponto facultativo no dia dos velórios e sepultamentos das vítimas. Na manhã desta segunda-feira (15), o prefeito de Catolé do Rocha informou que vai fazer uma reunião com os familiares das vítimas do acidente para decidir como será feito o translado dos corpos de Minas Gerais para a Paraíba.

Veja os nomes dos dez paraibanos mortos no acidente
Confirmados pela Prefeitura de Catolé do Rocha:

Elizângela Oliveira Fernandes, 43 anos
Luzanira Oliveira Fernandes, 22 anos (filha de Elizângela)
Sandemar Pereira da Silva Filho, 7 anos (filho de Elizângela)
Luzia da Silva Mendonça, 76 anos
Kaliandro da Silva Oliveira, 40 anos (motorista que conduzia a van)
Simone Sousa, 41 anos
Confirmados pela Prefeitura de Riacho dos Cavalos
Diomira Rita de Lima, de 55 anos
Jaislan de Lima Nogueira, de 21 anos (sobrinho de Diomira)
Confirmados pela Prefeitura de Brejo dos Santos
Maria Das Neves Pereira da Silva, 67 anos
Francisco das Chagas de Sousa Oliveira, 37 anos

Fonte: G1

Cecílio R. Batista

Paraibano, publicitário, instrutor de WU-SHU pela associação Brendan Lai, radialista atuante no Vale do Mamanguape, já comandou a pasta da comunicação pela prefeitura de CAPIM-PB e se mantem como presidente do partido politico AVANTE na cidade de Capim. Também é sócio diretor da GetX - Agência Web e atual diretor de marketing do Atacadão Freire - Material de construção e home center.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *