Fuja do novo golpe pelo WhatsApp

Mais de 270 mil pessoas já foram atingidas.

A CNH grátis é a nova isca de um golpe que já atingiu 270 mil brasileiros no WhatsApp. Segundo a DFNDR, o golpe chega às pessoas prometendo acesso ao programa CNH Social, instituído por governos estaduais pelo Brasil, e que proporciona acesso à carteira de motorista gratuito para pessoas que recebem menos de 2 salários mínimos ou estão desempregadas há dois anos.

De acordo com a empresa, as pessoas atingidas foram contatadas por meio do WhatsApp durante o período de uma semana. A conta de 270 mil leva em conta apenas os aparelhos que têm aplicativos DFNDR instalados no celular, o que leva a empresa a acreditar que até 3 milhões de usuários tenham sido afetados no total.

O golpe afirma que há uma nova seleção para candidatos à CNH Social e leva a possível vítima para um site. Ali, a pessoa é orientada a fornecer dados pessoais e compartilhar a informação falsa com dez amigos ou cinco grupos de WhatsApp. O usuário também é direcionado para uma página no Facebook contendo posts sobre outros programas sociais, como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida, que dão credibilidade à armação.

Ao que tudo indica, o golpe tem funcionado. A página do Facebook ligada à artimanha já reuniu 4.500 seguidores e a publicação específica ligada ao golpe já tem mais de 10.000 compartilhamentos.

A recomendação para esse tipo de ataque é a mesma de sempre. Não clique em links e correntes suspeitas pelo WhatsApp, nem coloque suas informações pessoais em sites que tenham chegado a você desta forma.

Fonte: Olhar Digital

Cecílio R. Batista

Paraibano, publicitário, instrutor de WU-SHU pela associação Brendan Lai, radialista atuante no Vale do Mamanguape, já comandou a pasta da comunicação pela prefeitura de CAPIM-PB e se mantem como presidente do partido politico AVANTE na cidade de Capim. Também é sócio diretor da GetX - Agência Web e atual diretor de marketing do Atacadão Freire - Material de construção e home center.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *